Não é novidade pra ninguém, saber que o medo impede o crescimento humano. Ao mesmo tempo, todos nós temos algum tipo de medo, ou seja, isso é natural.

Como Perder o Medo e Crescer Profissionalmente?

Estranho seria não ter medo. As pessoas que não tem medo se arriscam muito e se arriscar sem receio também não é nada bom.

Mas como enfrentá-lo?

Como fazer com que o medo deixe de ser um obstáculo que te impede de seguir em frente? 

Afinal, sabemos que o medo não atrapalha apenas as pessoas. Se fosse só isso, não seria tão danoso. O medo é muito pior que isso e ele pode até levar instituições à falência.

Concluímos então que o medo não surge apenas de uma reação neurológica, quando nos vemos diante de uma situação onde podemos ser atacados por exemplo, mas sim quando deixamos de fazer algo que pode vir a ser bom pra nossa vida por medo. Medo de arriscar.

O medo é o nosso pior conselheiro

Pior é saber que o medo muitas vezes nem é real, mas sim, vêm de uma origem psicológica por termos o costume de pensar negativo, de pensar nas consequências negativas e acabar não agindo.

Existe uma parte do nosso cérebro que comanda a reação de fugir ao invés de enfrentar determinadas situações e por isso, muitas vezes ele funciona sem que a ameaça seja real.

O que acontece?

Essa adrenalina do medo que é liberada faz com que a pessoa esteja preparada para fugir de tudo o tempo todo e ela não fica apenas imobilizada diante de uma situação onde ela deveria arriscar mas sim, acaba ficando estressada por saber que deveria ter enfrentado seu medo.

Sabemos também que pessoas estressadas acabam trazendo para si outros tipos de doenças muito mais graves que o stress.

Parece bobagem, mas ter medo acaba trazendo uma série de consequências extremamente desagradáveis e sem falar na questão de torná-lo estático em todos os setores da vida, seja ele profissional ou não.

É estrando, mas todos nós, até uma altura da vida somos confiantes. Depois com o tempo, conforme os anos vão passando, o medo começa a surgir  e faz com que percamos a confiança em nós mesmos, deixando de acreditar em nosso potencial.

Muitas vezes isso vem do instinto, ou seja, a pessoa passa por uma situação ruim, onde acontece algo que não era aquilo que ela queria e tempos depois, ela se vê na mesma situação ou parecida e por medo acaba tendo outra reação, com medo de que aquele mesmo resultado venha acontecer de novo.

Em outros casos, a pessoa pode ter um emprego fixo, com um salário estável, muitas vezes baixo, está infeliz naquele ambiente e com aquele ganho fixo mensal mas tem medo de se arriscar e perder aquele trabalho. Esse é um dos medos mais comuns.

O medo também faz com que a pessoa tenha necessidade de ser aceita por todos e isso a faz perder sua autenticidade. Muitas vezes, aceita convites que não gostaria de aceitar, não fala o que pensa, evita dar sua opinião sobre as coisas e tudo isso por medo de ter alguém ou um grupo que pense ao contrário e venha a discutir com ela ou a rejeite.

Bom, seja qual for o pavor que você tenha, procure primeiro perder o medo que você tem de si mesmo, ou seja, levante sua auto estima.
Tente entender quais situações geram seu medo. De onde ele vem e porque.

Olhe pro seu medo de frente e encare-o

Tente entender o que te levou a ter medo. Se foram motivos emocionais ou até mesmo físicos.

Depois disso tudo assuma suas responsabilidades. A vida é dura e não brinca com ninguém.

Lá fora há muitos leões vorazes, doidos para pegar uma vaga que pode vir a ser sua. Um lugar de prestígio que pode ser seu, mas que seu talento pode estar escondido por causa do medo.

Se valorize em primeiro lugar. Cuide da sua vaidade e da sua auto estima e isso lhe trará confiança.

E então? Gostou desse artigo?

Deixe seu comentário, compartilhe em suas redes sociais e mostre aos amigos. É muito bom poder dividir e abrir espaço para novas ideias! Seja sempre muito bem vindo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *